Um turista alemão que se perdeu em meados de fevereiro, numa zona remota do nordeste da Austrália, foi resgatado com vida depois de sobreviver 10 dias alimentando-se de moscas, revelaram fontes policiais.

Segundo a agência Lusa, o turista, identificado como Daniel Dudzisz, de 26 anos, foi encontrado quinta-feira por um condutor perto da localidade de Windorah, a cerca de 1.883 quilómetros a oeste da cidade de Brisbane.

Mark Henderson, inspetor da polícia australiana, referiu que Daniel Dudzisz ainda ironizou ao salientar que «nunca poderia ficar com fome» na zona onde estava devido à quantidade de moscas, ricas em proteínas.

Daniel Dudzisz seguia o curso de um rio que ligava as localidades de Windorah e Jundah, quando foi surpreendido pela subida das águas devido à chuva. Esperou 10 dias para retomar o caminho e ser descoberto. As autoridades ainda organizaram operações de buscas, mas nunca o localizaram.