A morte misteriosa de um tubarão branco, com quatro metros de comprimento, levou a uma investigação das autoridades de pesca na Austrália Ocidental, segundo informa a imprensa local.

Dois dias antes do animal ter sido encontrado sem vida, vários banhistas filmaram um vídeo drmático onde o tubarão luta pela vida ao tentar, percebe-se agora, respirar com normalidade.

Concluída a investigação, o Departamento de Especialistas de Pesca, revelou que o tubarão não tinha sinais visíveis de lesão ou doença, mas sim um leão-marinho preso na garganta.

«Esta pode ser a explicação para o comportamento incomum do tubarão nas margens. É possível que o tubarão estivesse a tentar remover o que estava preso na garganta», disse o cientista, Rory McAuley.

«O objeto grande pode ter danificado os órgãos internos do tubarão ou impedido o fluxo de água nas brânquias, contribuindo para a sua morte. Alternativamente, o tubarão pode ter acidentalmente encalhado na tentativa de se livrar da obstrução», acrescentou.



O departamento de pesca confirmou que o tubarão era uma espécie marcada.