Um jovem francês de 22 anos foi impedido pela companhia aérea British Airways de entrar no avião por ser muito gordo.

Kevin Chenais tinha viajado para aos Estados Unidos para tratar um desequilíbrio hormonal e foi impedido de regressar por ser demasiado pesado.

Em Chicago, Kevin e a família tiveram que pensar noutras alternativas e até chegaram a colocar a hipótese de viajarem de comboio até Nova Iorque para embarcar no cruzeiro Queen Mary de volta à Europa. Mas os responsáveis do navio também não quiseram transportar o rapaz de 230 quilos.

Uma semana depois, os pais de Kevin conseguiram finalmente lugar num voo da companhia Virgin Atlantic a partir de Nova Iorque para Londres.

Mas, ao chegar a Londres, a companhia Eurostar recusou, também ela, deixar entrar o jovem e os pais no comboio que os levaria até Paris, capital francesa.

A família terá agora de encontrar outra solução para que Kevin viaje para França.

Rene Chenais, pai de Kevin, continua sem perceber o porquê de a companhia British Airlines ter impedido o filho de entrar no avião que regressava para França, se na ida tinham embarcado na mesma companhia.

A família espera regressar brevemente a casa, em Ferney-Voltaire, em França.