Um pato amarelo de 18 metros deveria ter sido a maior atração da passagem de ano na cidade de Keelung, em Taiwan, mas rebentou horas antes da meia-noite.

Criado pelo artista Florentijn Hofman, o pato tinha chegado a Taiwan em setembro e andava por todo o país. O animal gigante estava apenas há 11 dias no porto de Keelung quando rebentou.



«Pedimos desculpa aos fãs do pato amarelo. Ainda não percebemos o que aconteceu», explicou aos jornalistas o organizador do evento, Huang Jing-tai.

Hofman criou o primeiro pato gigante em 2007. Desde então, o famoso pato amarelo tem percorrido o mundo.

De acordo com a BBC, o pato servirá de «catalisador» para chamar a atenção das pessoas para a arte pública.

«Trata-se de ligar as pessoas. As pessoas fazem o mesmo percurso para o trabalho todos os dias; devem deixar de ir tão rápido e começar a olhar para aquilo que os rodeia», acrescentou Florentijn Hofman.

Mas o pato amarelo não foi o primeiro animal gigante do artista holandês. Em 2011, Hofman criou um urso de 11 metros de cimento com uma almofada debaixo do braço em Amesterdão.