Uma norte-americana ficou literalmente colada a sanita da casa de banho de uma loja, no estado de Dakota do Norte, nos Estados Unidos.

Tudo terá ocorrido na véspera do Dia de Ação de Graças, quando Illyana de la Keur juntamente com a irmã e o cunhado decidiram ir a loja «Home Depot».

Illyana teve vontade de ir a casa de banho, mas não reparou na sanita antes de se sentar. Quando percebeu que tinha cola na sanita e que estava realmente colada, a mulher pediu ajuda aos funcionários da loja. Infelizmente, os funcionários tentaram retirar Illyana, mas sem sucesso acabaram por pedir ajuda aos bombeiros.

Ao chegar ao local, os bombeiros tiveram de recorrer ao produto WD-40, um óleo de penetração utilizado como anticorrosivo para descolar a mulher, o que desencadeou uma série de ferimentos à vítima.

A cena, que terá durado mais de uma hora e meia, foi gravada pela própria irmã da vítima e já percorreu todo o mundo.

Illyana já se encontra em casa e exige agora esclarecimentos por parte da loja «Home Depot».

De acordo com o jornal Huffington Post, as autoridades locais duvidam da história de Illyana e não descartam a hipótese de poder ter sido ela própria a por cola na sanita da casa de banho.

As imagens das câmaras de vídeo vigilância revelaram que a vítima foi a única a ter ido a casa de banho naquele espaço de tempo, o que poderá confirmar as suspeitas da polícia.

As investigações terão agora de apurar o que realmente aconteceu.