Um carro, construído com 500 mil peças de Lego e movido pelo ar comprimido, conseguiu andar pelas ruas de Melbourne, na Austrália.

Este insólito projeto de um empresário australiano e de um técnico romeno só foi possível de concretizar graças a ajuda dos internautas.

O empresário Steve Sammartino conheceu Raul Oaida através da internet. E foi aí que nasceu a ideia de construir um carro com peças de Lego, à exceção das rodas, claro está.

O único problema é que os dois jovens não possuíam os recursos financeiros necessários para concretizar o projeto.

Foi então que decidiram colocar um anúncio no Twitter à procura de quem estivesse interessado em apoiar e patrocinar o projeto.

De acordo com o jornal «Thwe Guardian», foram 40 às pessoas que decidiram contribuir para a angariação dos 18 mil euros.

18 meses depois, o projeto já estava pronto. O carro foi produzido na Roménia antes de ser transportado para a Austrália.

Veja o resultado final: