Um raro encontro com uma lula gigante foi filmado na véspera de natal. O animal surgiu na Baía de Toyama, no Japão, onde os espectadores puderam vê-lo durante várias horas e, até, nadar com a criatura marinha.

As lulas gigantes inspiraram durante séculos lendas sobre monstros marinhos e são tão raras que muitos consideram que se tratam apenas de um mito. Mas o avistamento do dia 24 de dezembro veio provar que estas criaturas são reais e ainda habitam a Terra nos dias de hoje.

O animal tinha 3,7 metros, o que faz dele um exemplar pequeno para a espécie, que pode chegar aos 13 metros.

Um vídeo do momento foi captado com uma câmara submersível, por Akinobu Kimura, um dos espectadores que não quis perder a oportunidade de poder nadar com o monstro marinho.
 

“A minha curiosidade foi bem maior do que o medo. Por isso saltei para a água e aproximei-me dela. Esta lula não estava ferida e pareceu-me bem. Deitava tinta e tentava pôr os tentáculos à minha volta. Guiei a lula até ao oceano, durante várias centenas de metros, a partir do local onde foi encontrada, e depois ela simplesmente desapareceu no mar”.


De acordo com a CNN, um dos responsáveis pelo Aquário de Uozu, em Toyama, afirmou que 16 lulas-gigantes tinham sido apanhadas no último semestre. Este avistamento pode significar que é provável que mais animais desta espécie dêem à costa nos próximos meses.