As autoridades norte-americanas acusaram um casal de Nova Iorque depois de a filha de dois anos ter utilizado os telemóveis dos pais para ligar para o número de emergência por 15 vezes em apenas um mês.

A mulher de 23 anos e o namorado de 33 disseram à polícia que tentaram manter os telemóveis afastados da menina, mas ela acabava por encontrá-los e insistia em ligar o 911 (número de emergência nos Estados Unidos).

A mãe da menina e o padrasto estão agora acusados de obstrução a serviços públicos.