Um homem de 79 anos foi buscar à escola o bisneto, mas acabou por trazer outra criança, Everett Stone, de cinco anos, por engano. Só em casa é que o idoso reparou que o rapaz que trazia consigo não era o seu bisneto.

Durante a viagem, Everett terá explicado ao condutor que vivia na rua «Pine Hill Road». O homem respondeu «eu sei», já que é exatamente a mesma rua em que o bisneto vive.

O homem só se apercebeu do erro quando chegaram a casa e o rapaz se recusou a sair do carro. Chamou a sua esposa para o ajudar e é ela que lhe disse que tinha «o miúdo errado». Assim que se aperceberam do erro, o homem de 79 anos e a mulher levaram Everett Stone de novo à escola.

Os pais da criança foram avisados do sucedido imediatamente a seguir. Consideram, ainda assim, que a escola agiu de forma incorreta. Derek Stone, pai do rapaz, explicou ao New York Post que quando a escola foi informada do sucedido enviara o filho para casa «sozinho, assustado, num autocarro escolar vazio».

A maior crítica à instituição foi não terem chamado de imediato a polícia. Acrescentam que o mais assustador é alguém poder levar o seu filho da escola com tanta facilidade.

«Agora foi um avô inocente que não queria fazer mal ao meu filho, mas podia ter sido qualquer outra pessoa a entrar e a levar o meu filho», explica Derek Stone.