Foi batizada como Sheila Ranea Crabtree, mas detesta o nome «Sheila» escolhido pelos pais e, por isso, é apenas conhecida como Ranea Crabtree. Esta mãe de dois filhos, oriunda de Licking, em Ohio, EUA, entrou com um processo na justiça para mudar de nome e já escolheu o que quer: «Sexy», escreve o jornal «The Columbus Dispatch».

«Feio», é assim que Ranea Crabtree descreve o seu nome original. «Porque não "Sexy"? Eu ando sempre vestida como roupa da Victoria's Secret», alega.

Bethany, de 15 anos, é filha de Ranea e não percebe porque motivo a mãe detesta tanto o nome «Sheila». Um nome que ela nunca diz dentro de casa, porque dá direito a castigo. Sobre a escolha do novo nome da mãe, a adolescente brinca e diz que «até é engraçado».

Todos os anos, milhares de pessoas trocam de nome e, habitualmente, os magistrados aceitam os pedidos. A maioria dos casos está relacionado com divórcios ou filhos ilegítimos, e os nomes são considerados normais. Mas, depois, há alguns casos como o de Ranea.

Caso o juiz recuse o nome «Sexy», Ranea já tem um plano B. «Será também começado por "s", talvez "Sparkle"», afirma ao jornal.