A sua cara pode dizer mais de si do que pensa, mais, pode mostrar mais de si do que imagina, como uma espécie de radiografia que revela muito para além daquilo que vemos a olho nu.

Com base na arte milenar chinesa de leitura facial, a sexóloga britânica Tracey Cox resolveu fazer um estudo da personalidade sexual e chegou às seguintes conclusões:

Bocas pequenas atingem rapidamente o orgasmo, mas bocas grandes também são bons amantes, pouco egoístas e que se demoram a dar prazer aos companheiros ou companheiras.

Sobrancelhas pequenas e finas revelam pouco interesse no sexo. São pessoas muito mais racionais. Pelo contrário, as sobrancelhas farfalhudas dizem do outro que é um bom parceiro sexual e com muita queda para novas experiências eróticas.

Descemos até aos olhos.A sexóloga faz a distinção entre os olhos claros, que se satisfazem rapidamente, e os olhos negros diz que estes são «dinamite na cama», como cita o «Daily Mail».

Narizes empinados recebem quase nota negativa, ao contrário dos batatudos que gostam de fazer sexo e fazem imenso sexo.

A partir do momento que ler este texto, já não vai dizer tão mal das rugas, do queixo ou dos olhos, porque podem não dizer assim tão mal da sua performance sexual.

Brincadeiras de fora, o estudo do rosto é algo que apaixona investigadores há muito, já que a cara pode ter sete mil expressões diferentes e tal como as impressões digitais, nem os gémeos verdadeiros são iguais.