Nan Hauser, uma bióloga marinha especialista em cetáceos, está convencida que uma baleia com mais de 20 toneladas a protegeu do ataque de um tubarão-tigre, durante uma expedição nas ilhas Cook, no oceano Pacífico. O momento aconteceu em outubro do ano passado, mas só na segunda-feira Nan Hauser partilhou o vídeo nas redes sociais, que rapidamente se tornou viral.

Nan confessa que não percebeu de imediato quais as intenções do animal, até avistar o tubarão.

Como a bióloga explica, as baleias são bastante altruístas e muitas vezes protegem as focas dos seus predadores. Contudo, ela nunca tinha experienciado nem lido nada sobre uma baleia proteger um ser humano.

Se alguém me contasse a história, eu não ia acreditar”, afirmou à Portland Press Herald, citada pela Time.

A bióloga, presidente do Centro de Pesquisa e Preservação de Cetáceos, explicou que desconheceu a presença do tubarão durante aproximadamente 10 minutos. A baleia começou a empurrá-la com a cabeça e a tentar protegê-la com a barbatana peitoral.

Quando os investigadores que trabalhavam com Nan Hauser se aperceberam da nova companhia desligaram a câmara subaquática, pois temiam que a bióloga não resistisse ao encontro. No entanto, ela deixou o seu próprio vídeo a gravar.

Acabou por sair ilesa, apenas com alguns arranhões. A baleia acompanhou-a até à superfície, junto ao barco.

Ainda que esteja agradecida pelo salvamento deste mamífero, Nan não consegue compreender o porquê de o ter feito.

James Sulikowski, biólogo marinho na Universidade de Nova Inglaterra, contrariou a ideia de que a baleia a tenha salvado do tubarão.

Não existe maneira nenhuma de saber quais as motivações da baleia”, declarou, citado pela Time.