Um grupo de passageiros de um voo da UTair tiveram de empurrar o avião onde iam viajar, depois de este ter ficado inoperacional devido às baixas temperaturas.

Aconteceu esta quarta-feira em Igarka, uma pequena localidade da Rússia que fica a 160 quilómetros do círculo do Ártico, na região de Krasnoyarsk, e onde as temperaturas atingiram -50ºC.

Os passageiros tiveram de sair do avião e, tal como se faz com um automóvel que ficou sem bateria, empurraram a aeronave que ficou «colada» ao chão devido ao gelo.

Segundo o «Mashable», 74 trabalhadores de uma petrolífera e sete  tripulantes do avião conseguiram empurrar a aeronave com 30 toneladas o suficiente para partir o gelo e seguir viagem. No entanto, o aparente pouco esforço de alguns homens, deixa a dúvida se realmente conseguiram empurrá-lo, ou se foi tudo apenas para o vídeo.

Já uma oficial do ministério público da Rússia, Oksana Gorbunova, não gostou do que viu no vídeo e quer apurar responsabilidades pelo insólito.

Gorbunova disse à agência Interfax, que vai ser aberta uma investigação para apurar porque razão os passageiros saíram do avião para o empurrar, algo que é proibido, uma vez que o exterior do avião pode ficar danificado.

«Empurraram o avião como se fosse um carro preso, o que é extremamente proibido, uma vez que pode danificar o exterior do avião, por exemplo», disse.