Duas crianças de cinco anos fugiram do infantário, na Rússia, para comprar um carro desportivo. Tal como em qualquer fuga da prisão, o plano para escapar da escola foi elaborado durante vários dias e os rapazes conseguiram mesmo escavar, usando pás de brincar, um buraco na vedação do recreio.

Segundo o jornal diário russo Komsomolskaya Pravda, as crianças desapareceram quando a turma estava a passear no jardim do recreio. O desaparecimento só foi detetado passado meia hora e foi depois confirmado pelo presidente da junta de Chelyabinsk.

Os rapazes terão usado pás e ancinhos, com as quais brincavam no recreio, e escavaram um buraco que os permitiu passar por baixo da vedação do edifício. Em liberdade, andaram apenas 1500 metros, entrando de seguida num edifício onde eram leiloados carros de luxo.

Uma mulher presente no evento viu as crianças sozinhas e perguntou-lhes o que estavam ali a fazer. Para seu espanto, os rapazes responderam-lhe que tinham saído do infantário para comprar um Jaguar, mas que não tinham dinheiro.

Segundo o The Guardian, a mulher levou-os então para a esquadra, onde as crianças confessaram que tinham preparado a fuga durante vários dias.

Os fugitivos não sofreram qualquer consequência por ter escapado do infantário, mas a professora que os supervisionava acabou por ser despedida.