Vladislav Kantemirov circulava numa das estradas de Chelyabinsk, na Rússia, quando não parou num cruzamento e embateu violentamente num Rolls Royce. O acidente foi captado pelas câmaras de vigilância e mostram que a força do embate levou o carro do empresário Alexander Artisov rodopiar até se imobilizar uns metros à frente.

Depois de se declarar culpado pelo acidente, Kantemirov vê-se agora em dificuldades para conseguir pagar a conta de reparação do carro que, pelo arranjo da porta e de um vidro, ascende aos 66 mil euros. 

De acordo com a imprensa local, o homem - cujo salário é de 615 euros - alega que a única maneira de cumprir a ordem de tribunal e evitar declarar falência ou ser detido é vender um rim para cubrir as despesas.. 

Desconhece-se no entanto a posição de Alexander Artisov, um oligarca e membro do governo local, e se terá sido ele ou a companhia para a qual trabalha a exigir o pagamento da reparação a Kantemirov.

Solidárias com as dificuldades do responsável pelo acidente, várias pessoas estão a tentar reunir dinheiro para o ajudar a pagar a conta, principalmente depois de ter vindo a público que Artisov está em falha nos pagamentos da pensão de alimentos da ex-mulher.

"Qualquer um pode ficar numa situação semelhante. Ele mal consegue fazer face às despesas, por isso vamos ajudá-lo", afirma o porta-voz do grupo de "bons samaritanos".

No entanto, se há quem queira ajudar Kantemirov, há também quem o condene pelo que anconteceu. Nas redes sociais há mesmo quem diga que "o condutor tem sorte de não ter matado ninguém" e que por isso deve ser condenado pelo erro que cometeu.