Steve Hunter, de Ballarat, na Austrália, salvou um cão por lhe ter feito respiração boca-a-boca e uma massagem cardíaca depois de o animal ter sido atropelado.

Salty, o cão, foi atingido por um carro e Hunter, de 54 anos, presenciou o acidente e parou o camião em auxílio do animal.

O motorista que atropelou o canino de 5 anos fugiu e o australiano foi ao pé do cão e «puxou a mandíbula do animal para trás, começando a fazer respiração boca-a-boca e movimentos de massagem cardíaca», refere o jornal «Herald Sun».

Salty, fruto de uma mistura de Jack Russell e Fox Terrier, não tinha sinais de vida. Após a ajuda do camionista, o seu coração voltou a bater.

«É o animal de estimação de alguém, é preciso pelo menos tentar», diz o «G1» citando Hunter.

Jock Maule, o dono, disse que ficou muito impressionado por saber que o homem conseguiu ressuscitar Salty.

O veterinário Albert Lim afirmou que a atitude de Hunter foi essencial para «salvar a vida dele».