Russell Harding, de 74 anos, contou ao «Daily Mail» que a teia apareceu «do dia para a noite». A teia tinha mais de 1,80 metros e a aranha tinha quase seis centímetros.

Harding, de Colerne, em Wiltshire, disse que estava «perplexo» com a criação e como a aranha tinha conseguido alcançar tal feito. «Estou confuso, não entendo como é que a aranha fez isso, é incrível», confessou ao jornal inglês.

«Trata-se de uma aranha de jardim (Araneus diadematus), muito comum no Reino Unido nesta época do ano. A aranha é conhecida por fazer enormes teias, mas normalmente fá-lo entre arbustos em jardins e zonas rurais», explicou Lawrence Bee, uma cientista da Sociedade Britânica de Aracnologia.

O homem disse que teve sorte por estar uma manhã muito clara e ensolarada, o que permitiu que visse a teia antes de esbarrar nela. «Eu nunca tinha visto uma teia de aranha tão grande. Tenho a certeza de que se a minha mulher a tivesse visto antes de mim, haveria muitos gritos», contou.

«Estava no caminho, consegui retirá-la do meu espelho retrovisor e movê-la 90 graus para o lixo, para que permanecesse intacta, mas pudéssemos sair de casa.»

A teia permaneceu no local durante três dias e depois, assim como apareceu, desapareceu da noite por dia.