Um menino de 5 anos, Luke Ruehlman, contou a vários meios de comunicação que na vida passada foi uma mulher que morreu vítima de um incêndio, num hotel. Numa entrevista televisiva, conseguiu convencer várias pessoas de que já foi uma mulher africana de Chicago, de nome Pam Robinson, falecida num incêndio no hotel «Paxton», no ano de 1993. A mãe, Erika, afirma que o menino aos 2 anos começou a ficar estranho e falava muito sobre uma mulher. 

«Ele virava-se para mim e dizia 'Bem, sou eu. Costumava ser, mas morri e fui para o céu. Vi Deus e depois, provavelmente, Deus empurrou-me para baixo e eu era um bebé a quem tu chamaste de Luke'», contou a mãe da criança.


Perplexa com a história do filho, que não conhece ninguém de nome Pam e nunca foi a Chicago, Erika começou a investigar e encontrou uma mulher de nome Pam Robinson, que tinha mesmo morrido num incêndio no hotel em 1993.

 A família da mulher morta recusou-se a comentar a história.