O tribunal brasileiro instituiu novas regras de recrutamento no exército. Agora, os aspirantes de baixa estatura, desdentados ou portadores de VIH ou outras doenças sexualmente transmissíveis já vão poder entrar para o núcleo do exército brasileiro.

A agência Lusa adianta, que o Tribunal Regional Federal de Brasília decretou a semana passada a nova norma, num processo iniciado pelo Ministério Público contra as regras do exército que limitam o recrutamento.

O Tribunal considerada ainda que proibição da entrada para o exército devido à estatura, doenças sexualmente transmissíveis e à falta de dentes são formas de discriminação.

O exército proibia desde 2005 a entrada a portadores do Vírus da Imunodeficiência Humana (VIH), a quem tenha sido diagnosticado sífilis e a quem tinha menos de 20 dentes naturais.