O presidente da câmara da cidade italiana de Bari, Michele Emiliano, proibiu que grupos de homens parem por um longo período de tempo na rua para evitar olhares que desafiem outros indivíduos.

Em algumas regiões de Itália, ainda é comum que homens se desafiem apenas por olharem fixamente uns nos outros, uma vez que quem quebrar o olhar primeiro é considerado o mais fraco. É um sinal de masculinidade, que pode ocorrer entre conhecidos ou estranhos, que ainda vigora e que Emiliano quer ver cair em desuso.

Como publicava o «G1», o objetivo da lei é impedir que se disturbe a tranquilidade de lugares públicos através destes desafios que podem levar à violência.

Segundo informações do jornal «Corriere della Sera», esta «parece uma cena de um filme de cowboys, mas quem não viveu em Bari e algumas das cidades onde a regra ancestral está vigente, não pode compreender o que está em jogo.»