Um apresentador de televisão decidiu fazer algo impensável e mostrar aos telespectadores como é ser devorado por uma anaconda. Paul Rosolie preparou-se para um desafio nunca antes feito e filmou tudo.

O vídeo de promoção mostra que Rosolie vestiu um fato especial e, provavelmente, de segurança. Além disso, pode ver-se que está preso por algo agarrado ao seu pé. Desde que o filme foi gravado que Rosolie tem estado bastante ativo no Twitter, por isso sabe-se que conseguiu sair vivo de dentro da anaconda.  
No entanto o seu feito está a causar alguma controvérsia. De acordo com o «Huffington Post», alguns espectadores estão preocupados com a cobra e já começaram a protestar, tendo até sido criada uma petição no Change.org a pedir para o Discovery Channel não emitir o programa.
 
«Isto é abuso animal no seu mais alto nível e é absolutamente repugnante e pode matar a cobra. Uma anaconda adulta não consegue fazer caber dentro de si a largura dos ombros de um homem», lê-se na petição.
 
Rosolie defendeu-se a si e ao programa. «Eu entendo que muitas pessoas tenham questões. Tudo o que posso dizer-vos é que o meu trabalho é baseado no facto de a vida selvagem e os ecossistemas, por todo o mundo, estarem atualmente num momento crítico», escreveu Rosolie no seu site, acrescentando que as cobras estão a ser ameaçadas pela caça e pela destruição do habitat.
 
«Convido aqueles que estão preocupados com a crueldade sob os animais para procurarem o meu trabalho e lerem o meu livro. Depois perguntem-se: iria esta pessoa magoar um animal?», afirmou ainda Rosolie.
 
O programa chamado «Comido vivo» será transmitido a 7 de dezembro e mostra o realizador Paul Rosolie a ser coberto por sangue de porco e depois engolido por uma cobra, de acordo com o Entertainment Weekly.