Um prisioneiro fugiu da prisão para passar dois dias num hotel de luxo com a esposa. O recluso só foi apanhado depois de se ter gabado e publicado fotos da escapadinha romântica no Facebook.

Douglas Ward, de 26 anos, estava a cumprir uma pena de cinco anos de cadeia por posse de armas ilegais, em North Sea Camp, em Inglaterra, quando decidiu passar uns dias num hotel de luxo com a mulher. O único problema era estar preso. Mas tal não o impediu de fazer uma reserva a partir da prisão para o hotel Cley Hall, por um custo de 150 euros por noite.

“Deu o seu próprio nome e deu detalhes do cartão de crédito. Só chegou depois das seis da tarde e estava na companhia de uma mulher. Deu também uma morada em Darlington”, contou o procurador do caso, Michael Cranmer-Brown.


No dia seguinte, os empregados do hotel depararam-se com a mulher sozinha no quarto e com uma cadeira partida no quarto do hotel. A esposa de Douglas desculpou-se dizendo que o marido tinha estado sentado na cadeira a trabalhar quando esta se partiu, ferindo-o na perna, e que o homem tinha ido ao hospital.

Mas quando o staff o viu essa noite, Douglas parecia bem e tinha apenas um penso na perna, algo que não parecia ter sido feito no hospital.

“Ele parecia um pouco suspeito. O gerente ficou preocupado que ele pudesse ter feito comentários adversos no Facebook e resolveu verificar. Descobriu algumas fotografias que tinham sido publicadas que mostravam os dois a consumir as bebidas do minibar e  reparou que no perfil do Facebook do réu dizia que ele estava a viver em Strangeways [uma famosa prisão britânica]”.


A gerência contactou então a polícia, que acabou por o prender.

Segundo o The Telegraph, ainda não é certo se o criminoso conseguiu passar despercebido durante as quatro contagens de prisioneiros na cadeia ou se conseguiu voltar a entrar a tempo de ser chamado pelos agentes.

A perícia valeu-lhe mais 15 meses numa prisão de alta segurança e o pagamento de uma multa no valor de 1.350 euros.