Na prisão norte-americana de Payne County, em Oklahoma, um guarda prisional foi atacado por um recluso. Esta não é, certamente, a primeira vez que algo do género acontece nos estabelecimentos prisionais. Contudo, o que se seguiu é um pouco mais incomum: outro recluso salvou o guarda do ataque do seu colega.

As imagens captadas pelas câmaras de vigilância da prisão mostram o ataque de Tashka Robert Frank Maret, um prisioneiro de 24 anos, a um guarda prisional, mas também

No vídeo, vê-se ainda o momento em que este é contido por um segundo recluso, Robert Charles Hammock, que se encontrava junto ao local onde decorreu o incidente, e que interveio quando Maret estava de costas. Vêem-se ainda, logo de seguida, outros guardas a tentar deter Maret.

Acusado de circular sob o efeito de estupefacientes na via pública e de furto, à pena de Tashka Maret podem vir a ser adicionados mais cinco anos de prisão por ter agredido um guarda prisional.