Um turista da República Checa passeava na praia Ruakaka, na Nova Zelândia, quando se deparou com o susto da sua vida: um "tubarão corcunda" com cerca de quatro metros, de olhos saídos e uma cauda longa. 

O animal é, afinal, uma espécie rara de Lamniformes que se chama Alopias superciliosus.

Martin Stehlik, que estava acompanhado do tio, não ganhou para o susto, mas depois de encontrarem o animal aproveitaram a oportunidade para tirar fotografias. 

                                     

Foi muito estranho, nunca tínhamos visto nada assim antes, com a longa cauda e os grandes olhos negros. Foi algo muito invulgar", declarou George Plesky ao The Northern Advocate.

De acordo com um especialista em tubarões do Departamento de Conservação da Nova Zelândia (DOC - Department of Conservation), os animais caçam fora da costa e são raramente vistos junto às praias. A longa cauda é usada para atordoar as suas presas, mas a boca e os dentes pequenos fazem com que sejam considerados praticamente inofensivos para os humanos. 

Os especialistas aproveitaram para retirar amostras da carcaça do tubarão porque pouca informação se tem sobre a biologia do animal e ainda não se conhecem as causas da morte.