Uma australiana de Mission Beach, Queensland, encontrou na passada segunda-feira uma cobra píton, com mais de cinco metros e 40 quilos, no quarto de hóspedes de sua casa.

Monty no quarto de hóspedes Foto: Facebook/Trina Hibberd

A cobra, a quem Trina Hibberd deu o nome de Monty, passeou pela casa até chegar o tratador que a recolheu. Pelo caminho, desligou um interruptor e derrubou um candeeiro.

Quando chegou Dave Goodwin, o especialista em cobras, este conseguiu que Monty se enrolasse no seu braço para a retirar da habitação.

Mas não foi a primeira vez que Trina Hibberd viu "Monty". A australiana escreveu na sua página no Facebook que já a tinha fotografado em 2012, mas acredita que esta vivia no seu telhado há bastante mais tempo.

Ela costumava ir até à zona da piscina para comer e beber qualquer coisa e depois regressava sempre para o telhado antes de amanhecer, a não ser que tivesse a barriga cheia e ficasse presa. Estou bastante satisfeita por já não a ter. O tratador disse que ela era uma assassina de cangurus!”, contou Hibberd à BBC.

Monty encontra-se agora numa rede de esgotos na zona de Cassowary com o propósito de lidar com uma infestação de ratos. “Penso que Monty se encontra agora no paraíso das cobras e que vai ficar bem gorda”, previu a mulher.

Veja aqui outros casos de cobras que surgiram em locais inesperados.