O âmbar cinzento é uma substância com um aspeto ceroso, que pode ser encontrada, por exemplo, a flutuar nos mares tropicais, e é usada pelos mais conceituados perfumistas. O âmbar cinzento é produzido pelo sistema digestivo das baleias e pode ser encontrado no seu vómito ou nas fezes destes gigantes dos mares.

Não admira, portanto, que um casal de Lancashire, no Reino Unido, tenha gritado aos sete mares quando tropeçou, por acaso, num pedaço de vómito de baleia, como conta o The Telegraph. O que encontraram no areal pode não ter lá grande aspeto, mas o que dali é extraído, combinado com outras substâncias, anda colado ao corpo de muita gente.

O âmbar cinzento não é, porém, o único ingrediente mais ou menos nojento que pode ser encontrado na composição do perfume que muito provavelmente terá colocado esta manhã. Se não, veja a lista que abaixo lhe indicamos:

Feno

A erva que encontra nos campos no verão e serve de alimento a muitos herbívoros é um dos ingredientes de muitos perfumes. Esta ervinha é responsável pelo cheiro adocicado que pode encontrar em muitas fragrâncias, adianta o site RedOrbit.

Civeta

É um mamífero noturno, que pode ser encontrado em alguns locais de África e da Ásia. Este animal de olhos redondos possui umas poderosas glândulas anais que produzem uma substância utilizada em alguns dos mais caros perfumes do mercado. Há quem diga que a Chanel, a Cartier e a Lancôme a utilizam nos seus produtos.

Castor

Os castores machos produzem uma secreção amarelada e oleosa cuja essência é utilizada em muitos perfumes, para lhe imprimir um toque lascivo e selvagem.

Almíscar

Já ouviu, de certeza, falar de um perfume almiscarado. Provavelmente, não saberá é de onde vem a substância que lhe dá esse toque. Pois bem, o almíscar é produzido pelas glândulas sexuais dos cervos machos, um animal que corre perigo de extinção. Os perfumistas trabalham contra o tempo para encontrar uma substância sintética que produza o mesmo efeito daquela que é produzida, repetimos, pelas glândulas sexuais dos cervos.

Hyraceum

Este ingrediente é extraído da matéria fecal cristalizada do hyrax, um animal minúsculo encontrado na África e no Médio Oriente. Nem sempre usado para o perfume, também foi usado uma vez como remédios para epilepsia, problemas renais e distúrbios hormonais femininos.