O canal norte-americano por assinatura Lifetime vai produzir um «reality show» que mostra mulheres a darem à luz no meio da natureza, sem qualquer auxílio médico. O projeto, batizado «Born in the Wild» («Nascido na Selva»), foi inspirado num vídeo muito visualizado do YouTube. Nele, uma mulher tem o filho à beira de um rio, longe de qualquer quarto hospitalar.

Mesmo antes de começar, o programa já está a causar polémica nos Estados Unidos. Em entrevista à «Entertainment Weekly», Ron Jaekle, do Centro Médico da Universidade de Cincinnati diz que os partos sem acompanhamento médicos provocaram um grande número de mortes ao longo do tempo.

O Lifetime aproveita a polémica e garante que está a tomar todas as medidas para garantir a segurança e a saúde de mães e bebés. Representantes do canal do canal afirmam que os pais dos bebés não serão necessariamente de «primeira viagem» e asseguram que uma equipa estará de prontidão para dar assistência.

«Estamos a tomar precauções para garantir que as mães e os bebés estarão seguros. A nossa presença nos nascimentos fará com que eles fiquem mais seguros do que se fossem sozinhos», afirma o vice-presidente do Lifetime.

Jornalistas do «Daily Mail» acreditam que os exemplos exibidos na TV podem encorajar mães a tentar o mesmo em casa, mas sem o acompanhamento luxuoso de uma equipa de televisão.

Em sua defesa, o vice-presidente do Lifetime afirma que não haverá muitos candidatos a ter essa experiência. «É algo para um nicho muito específico», explica.