Uma mulher, grávida de sete meses, deu à luz dentro de um autocarro, na terça-feira em Manaus, capital do Estado do Amazonas, no Brasil. A mulher, de 25 anos, que ia no autocarro para a maternidade devido a uma dor no quadril, entrou em trabalho de parto durante o percurso e uma passageira ajudou-a nos primeiros socorros.

O bebé de sete meses nasceu com 1,730 kg. O motorista do autocarro deixou a mãe, que não quis ser identificada, e a criança na Maternidade Ana Braga, na Zona Leste da cidade de Manaus.

Mãe e filha permanecem internadas em observação. A diretora da unidade de saúde, Ana Maria Medeiros, disse ao site G1 que o bebé está na Unidade de Terapia Intensiva neonatal e recebe ventilação não invasiva, para tratamento de uma possível infeção. Ainda não há previsão de alta.

A diretora da maternidade acrescentou que a paciente informou ter feito apenas duas consultas de pré-natal durante a gestação. «O risco de contaminação no local onde ela [bebé] nasceu, no autocarro, por onde circula um grande número de pessoas, é alto. Por isso, ela está a ser tratada de uma possível infeção pela equipa de pediatria», explicou Ana Maria Medeiros.

A passageira Ediana Costa, de 38 anos, contou que prestou socorro à mulher ao perceber que a gestante estava a passar mal. «Ela estava desacompanhada, e eu perguntei-lhe de quantos meses estava. Ela entrou em trabalho de parto, e eu comecei a ajudá-la», relatou ao «G1». «Quando vi que a criança ia nascer, fiz de tudo para a ajudar, porque era uma vida que estava nas minhas mãos», acrescentou.