Numa apresentação intitulada «Recuperando a Inocência das Crianças», um padre católico, da Polónia, Slawomir Kostrzewa, destacou a marca dinamarquesa de brinquedos «Lego» como brinquedos do «diabo» e que revelam um «lado negro» às crianças.

Segundo o Slawomir, a empresa está a tomar um rumo indesejado e dirigiu o seu «ataque» para uma serie de brinquedos de zombis e monstros da marca, escreveu o Telegraph.

«Brinquedos amigáveis foram substituídos por monstros. Esses bonecos têm um efeito negativo nas crianças. Eles podem destruir as suas almas e levá-las para o lado negro» explicou o padre.

Segundo o «Super Express» citado pela AP, Slawomir pediu aos pais, durante uma cerimónia dominical, para deitarem ao lixo estes objetos «maléficos», provocando uma discussão sobre o assunto, envolvendo, inclusive, outros padres do seu país.

Esta não é a primeira vez que Slawomir ataca os brinquedos por achar que estes têm potencial para enraizar o mal nas crianças.

O clérigo já criticou a «Hello Kitty» e «O Meu Pequeno Pónei», afirmando que este último representava um «portador da morte».