Um rebanho de ovelhas pasta nas ruas de Aubervilliers, na periferia de Paris, alheia ao trânsito, aos transeuntes, ao asfalto e aos cafés, de forma ordeira.

O insólito cenário não é fruto da imaginação de alguém que tenta adormecer, mas sim uma iniciativa dos "Pastores urbanos", que acontece uma vez por mês e que, ainda assim, continua a gerar estupefação.

"É um momento bem disposto, de descompressão da própria cidade, que alivia o stress dos locais", explica à France Press (AFP) Julie-Lou Dubreuilh, cofundador da cooperativa "Pastores urbanos".