É comum ver orcas junto à Praia Vermelha, na Nova Zelândia, mas desta vez houve quem não se ficasse pela areia ou, pelo menos, se mantivesse à superfície.

Foi o que aconteceu com este canoísta, que saltou para dentro de água para interagir com um animal que é considerado um dos maiores predadores dos oceanos. 

O aventureiro Tim Stewart contou ao jornal NZ Herald que decidiu entrar na água quando ouviu o som da orca. Disse, também, que não estava nervoso, mas que se apercebeu do momento em que o animal abriu a boca.

Pensei que ele só queria brincar", contou. 

O momento acabou da melhor forma e foi registado por um drone, que deu origem a imagens de boa qualidade,

O vídeo está a ser partilhado na Internet e noticiado em vários órgãos de comunicação social internacionais, resultando em alguns comentários menos agradáveis que falam da ilegalidade cometida por Tim Stewart. 

É que segundo a lei, na Nova Zelândia é proibido nadar a menos de 100 metros de um animal desta envergadura.