«Nós estávamos a fazer um levantamento padrão -todos os dias, e a fazer observações». «Um membro da nossa equipa, fotógrafo, Attila Kaszo, tirou a fotografia do tubarão e quando processou a imagem e ma mostrou, fiquei fora de mim», recordou.

«Nunca vi nada comparável com esta imagem de qualquer outro tubarão pelágico», «é bem possível que seja a primeira vez que tal cena foi fotografada», contou à BBC.






«Parece que esta área não só é uma estação de limpeza, mas também essencial, servindo como local de maternidade», explicou Oliver.

«Observamos muitas fêmeas [grávidas] lá, por isso não penso que aquela seja a única», acrescentou.