Um turista alemão, de 51 anos, que se encontrava nas ruínas do Machu Picchu nos Andes Peruanos morreu, na passada quarta-feira, enquanto saltava perto de um precipício ao tentar tirar uma selfie em movimento.

Segundo a polícia peruana, Oliver Park terá tentado fotografar-se como se estivesse a voar, mas terá perdido o equilíbrio e escorregado pela ravina.

BBC conta ainda que o turista terá ignorando os sinais de segurança dispostos no local que impediam a passagem até à beira do precipício.

Ele estava à beira do precipício, de costas para o abismo, a tirar uma fotografia a si mesmo”, disse Guillermo Mestas, um turista peruano que testemunhou o sucedido, ao Canal N.

De acordo com as informações da polícia, o corpo de Oliver Park foi encontrado no dia seguinte e levado para uma morgue na cidade de Cusco.

O que acontece é que muitos turistas, especialmente os estrangeiros, aproximam-se muito do abismo ainda que os guardas do parque lhes estejam sempre a dizer para não o fazerem”, explicou Mestas.