A população do Havai recebeu um falso alerta, via telemóvel, de ameaça de um míssil balístico que alegadamente se dirigiria para aquele estado norte-americano.

O alerta foi enviado esta manhã para todos os habitantes, com a informação de que estaria iminente um ataque com um míssil balístico.

Pouco depois, o senador democrata do Havai, Tulsi Gabbard, e a Agência de Gestão de Emergências garantiram, através da rede social Twitter, que o alerta era falso e que não havia qualquer ameaça. O porta-voz do Comando do Pacífico dos Estados Unidos, David Benham, explicou que a mensagem foi enviada por erro.

No entanto, o governador do Havai, David Ige, afirmou que quer mais explicações porque este tipo de incidentes não pode acontecer.

"A população tem de confiar no nosso sistema de alertas de emergência", sublinhou David Ige.

Este episódio aconteceu numa altura de tensão entre os Estados Unidos e a Coreia do Norte, por causa do programa nuclear desenvolvido por Pyongyang.