A juíza americana Mindy Glazer ficou famosa quando reconheceu, em junho, um colega de escola durante um julgamento. A história repetiu-se, mas desta vez Glazer identificou o réu de um cruzeiro que tinha feito recentemente.

A juíza de Miami estava de férias e cruzou-se com Alon Glenn, quando regressou ao trabalho deparou-se com o homem no banco dos réus.

Com o à-vontade que lhe é caraterístico, Glazer lançou a pergunta, em pleno tribunal.

“Teve um bom cruzeiro? Eu estou contente por ter voltado ao trabalho. Tive de tomar conta de quatro crianças”, disse a juíza.

“Foi divertido não foi?”, insistiu.


O réu, surpreendido com o que estava a acontecer, confirmou os factos.

“Sim, mas isto é de doidos”, afirmou Glenn, que compareceu a uma audiência de extradição, devido a uma acusação de fraude no estado da Georgia.




A juíza acabou por indeferir o pedido de fiança, uma vez que a decisão tinha de ser tomada por um tribunal da Florida.

Mas esta não é a primeira vez que Glazer reconhece alguém em julgamento. Em junho, a juíza protagonizou um reencontro emocionante, que contagiou a Internet, quando um réu começou a chorar ao perceber que a juíza tinha sido sua colega de escola.