A China vai proibir, a partir de sexta-feira, os particulares e organizações não oficiais de publicar previsões meteorológicas. A multa pode chegar aos 50 mil yuan, cerca de 7.400 euros, segundo o jornal oficial Global Times.

A nova normativa da Administração Meteorológica da China apenas autoriza a difusão de previsões do tempo e alertas para fenómenos meteorológicos extremos pelos organismos oficiais.

A agência Lusa, informa ainda que a normativa estabelece uma multa ou uma sanção penal para quem publicar informações não oficiais que possam provocar vítimas ou perda de propriedade.