Um raríssimo cão de guarda tibetano foi vendido na China por quase 1,4 milhões de euros, no que será talvez a mais cara transação do género, anunciou esta quarta-feira um jornal local chinês.

Um promotor imobiliário chinês pagou 12 milhões de yuan (1,391 milhões de euros) pelo animal numa feira realizada esta semana na província de Zhejiang, no leste da China, segundo a publicação de Qianjiang.

Descrito como «um animal de estimação de luxo», o cão tem um ano de idade, 89 centímetros de altura e pesa 200 quilos.

«É um cão com sangue de leão. Os puros cães de guarda tibetanos são muitos raros, como os nossos protegidos pandas, e, por isso, os preços são altos», disse o vendedor e criador de cães Zhang Gengyun.

Comentários na internet acerca do elevado valor pago na feira de Zhejiang consideram que se trata de pura especulação para tentar elevar o preço dos animais.