Anthony Youn, um cirurgião-plástico de Detroit, EUA, alertou que tal como a cerveja causa barriga, o consumo de canábis pode provocar mamas nos homens.

A Ginecomastia, ou o invulgar crescimento de mamas em indivíduos do sexo masculino, é uma neoplasia provocada pelo distúrbio do equilíbrio entre a testosterona e o estrogénio, que segundo o clínico, pode ser causado pelo consumo da droga.

O aumento de estrogénio aliado à diminuição da testosterona, pode causa o aparecimento de algumas características físicas normalmente associadas às mulheres, como é o caso do aumento do tecido mamário.

O cirurgião norte-americano suporta a sua afirmação com estudos realizados em animais que «mostram uma redução de testosterona, do tamanho do tecido testicular, e o aumento de anomalias na produção e eficácia do esperma».

Em declarações à CNN, Youn disse que este efeito só não está já confirmado devido ao estatuto ilegal da droga, que impede várias investigações. No entanto, dada a sua legalização em vários estados dos EUA, Youn espera que se possam vir a conduzir novos estudos.

«Ainda que a associação entre a marijuana e a ginecomastia não tenha sido provada, parece bastante plausível», disse o doutor.

Segundo o «Independent», um estudo conduzido em 1972 já tinha estabelecido a relação entre a canábis e o aumento do tecido mamário em homens, mas um outro realizado cinco anos mais tarde não encontrou qualquer ligação.

Por agora, o doutor Youn recomenda a todos os preocupados com o problema das «man boobs» que «apaguem o cigarro de canábis».