Uma norte-americana estava a utilizar uma aplicação no telemóvel para encontrar Pokémons quando se deparou com um cadáver num rio. O caso está a ser investigado pelas autoridades.

Shayla Wiggins vive em Riverton, no Estado norte-americano de Wyoming, e costuma utilizar a aplicação Pokémon Go, um jogo de realidade virtual.

Os Pokémons estão em toda a cidade. Estava a tentar apanhar um numa fonte hídrica natural”, explicou a jovem de 19 anos ao canal KTVQ, e foi esse desejo que a levou até ao rio onde se deparou com um corpo humano a boiar.

“Estava a andar em direção à ponte, na margem do rio, quando vi alguma coisa na água”, disse e o Independent escreve que Shayla  precisou olhar duas vezes para perceber que aquilo que via se tratava de um corpo.

Shayla Wiggins alertou as autoridades que no local lhe disseram que o corpo estaria dentro de água há pelo menos 24 horas.O cadáver era do sexo masculino, vestia roupas escuras e estava próximo da margem do rio.

Apesar de não ter encontrado Pokémons, a jovem não ganhou para o susto e disse mesmo que ficou muito assustada com o tudo o que aconteceu.

As autoridades continuam a investigar e ainda não divulgaram a identidade ou outras informações sobre o cadáver.

Pokémon Go é um jogo de realidade virtual que permite “caçar” Pokémons, à semelhança do protagonista da série de animação japonesa, Ash Ketchum, que se fazia acompanhar pelo fiel amigo Pikachu.