James Kingston não é um novato no que toca a subir a edifícios às escondidas. Desta vez o alvo foi a Torre Eiffel, em Paris, e o jovem aventureiro teve de fazer duas tentativas para conseguir completar o feito.

Na discrição do vídeo no Youtube, James, que protagonizou a façanha acompanhado por um colega, conta que primeiro tentou escalar a torre a partir do interior do monumento. Mas "como havia muita gente", o plano saiu falhado. 

"Não tínhamos realmente um plano B, por isso decidimos escalar a partir do chão e ver o que acontecia. Começámos a escalar perto da 1:00 depois de evitar a segurança (que mais parecem do exército francês) e seguimos o nosso caminho através de um sem fim de câmaras de segurança".


Assim que chegaram aos 20 metros, chegaram a conclusão de que "a pior parte" estava feita. Mas não se ficaram por aqui.

"Aquilo que vos posso dizer, é que a torre foi nossa por uma noite".


Quando chegaram ao topo, encontraram a sala de controlo e James decidiu destrancar a porta para espreitar.

"Fui imediatamente atingido pelo som de um walkie talkie com conversa em francês. Ficou claro que tínhamos sido apanhados, então descemos e encontrámos uns buracos na estrutura da torre e não tivemos outra opção senão esconder-nos".


A busca pelos infratores levou os seguranças a subir e descer as escadarias e até a ligar as luzes da torre.

"As luzes finalmente apagaram- se e a torre foi nossa outra vez, então esperámos pelo nascer do sol. Depois de algumas oras a brincar na torre, os trabalhadores e os turistas começaram a subir nos elevadores. Fomos novamente apanhados às 9:00. Descemos e fomos ter com a segurança".

Os dois aventureiros acabaram algemados e foram levados para a esquadra local, onde foram interrogados ao longo de seis horas, acabando por ser libertados sem acusações.

"Prometi-lhes que não escalo a torre nos próximos três anos!"