Depois da moeda virtual «Bitcoin» atingir um valor histórico de 1000 dólares na quarta-feira, muitos dos investidores que compraram a moeda há alguns anos viram o seu investimento crescer exponencialmente.

Muitos foram os que ficaram subitamente ricos, e depois há o caso de James Howells, um britânico que, quando foi procurar o ficheiro onde tinha guardado as suas 7500 «Bitcoins», descobriu que estavam guardadas num disco-externo que deitou fora no verão passado.

Depois de a moeda atingir os 1000 dólares (cerca de 735 euros), as suas Bitcoins valiam agora 7,5 milhões de dólares, qualquer coisa como 5,5 milhões de euros.

O jovem residente em Newport, País de Gales, ficou claramente abalado pela descoberta, e a esperança de encontrar o disco na lixeira local, que é do tamanho de um campo de futebol, é muito reduzida.

Howells ainda falou com o gerente da lixeira mas foi-lhe dito que tudo é comprimido e seria muito difícil encontrar o disco, muito menos em boas condições para extrair o ficheiro necessário para levantar o dinheiro.

«Eu pensava que tinha extraído [do disco] tudo o que

precisava», disse Howells à BBC. «Estou completamente devastado, quem me dera poder voltar atrás no tempo e não deitar o disco fora».

No entanto, Howells lançou uma campanha no seu Twitter onde pede doações para poder ir «revistar» a lixeira.