Perder as chaves de casa é comum, mas não é todos os dias que os bombeiros recebem um pedido de ajuda para recuperar as chaves, ou abrir, o cinto de castidade. 

O caso caricato aconteceu na cidade de Pádua, em Itália, quando uma mulher, com cerca de 50 anos, se dirigiu a um quartel de bombeiros dizendo que teria perdido as chaves de um cadeado e não conseguia abri-lo. 

Segundo o jornal Il Matino di Padova, a situação só se tornou estranha quando os bombeiros lhe perguntaram qual era a sua morada, para poderem abrir a porta, pensando que se trataria de uma porta. Mas a mulher não se referia a nenhum desses cadeados, levantou a camisola e mostrou o cinto de castidade com um cadeado de ferro.

O cadeado trancava um cinto também de ferro, segurando uma faixa que cobria a zona genital, a fim de torná-la inacessível. 

Os bombeiros ficaram espantados com a situação e preocupados que a mulher estivesse a ser vítima de violência doméstica, mas ela esclareceu usar o cinto de castidade por vontade própria e de modo a não ter relações sexuais. 

A mulher explicou que teria procurado a chave pela casa toda, mas não teve outra solução a não ser recorrer à ajuda dos bombeiros, que mantiveram o profissionalismo e ajudaram a mulher a abrir o cadeado de ferro.