Duas pedras gigantes soltaram-se do cume de uma montanha e, por pouco, não atingiram uma casa.

Uma família italiana não ganhou para o susto, ao ver passar o perigo literalmente ao lado. E a sorte bafejou-os não uma, mas duas vezes. Segundo o jornal «La Repubblica», uma das pedras tem uma dimensão de 400 metros cúbicos.

A derrocada ocorreu no dia 21 de janeiro, em Tramin, Itália, uma zona famosa pelo seu vinho, mas só esta semana foi publicado no Youtube. Aliás, as vinhas não foram poupadas na devastação, tal como alguns anexos que serviam de arrumos à casa. Salvaram-se as vidas, mas entre culturas, edifícios e veículos, há milhares de euros de prejuízos, que já levaram à abertura de uma página de Facebook para angariar donativos para a família, que ainda não sabe se pode continuar a viver naquele local. Os peritos estão a avaliar o risco de novas derrocadas.