Na Islândia, uma turista juntou-se a um grupo de buscas que procurava uma mulher dada como desaparecida até que percebeu que a desaparecida era ... ela mesma.

O insólito aconteceu com um grupo de turistas no Canyon Eldgja, na Islândia, avança o «Toronto Sun».

Durante uma paragem, a mulher saiu do autocarro para apanhar ar e aproveitou para mudar de roupa, o que fez que os outros turistas não a reconhecessem quando voltou.

De imediato espalhou-se a mensagem de que havia uma pessoa desaparecida e a mulher não de identificou com a descrição e por isso não se manifestou.

Foi organizado um grupo de buscas com 50 elementos e a guarda costeira preparava-se para ativar o mecanismo de buscas quando o mal entendido foi detetado. Um elemento do grupo reparou que a mulher tinha mudado de roupa e que tinha estado sempre com eles. As buscas foram de imediato canceladas.