Um homem de 42 anos foi preso em flagrante delito, na cidade brasileira de Balneário Camboriú, no Litoral Norte de Santa Catarina, depois de seguir uma mulher que estava de vestido e filmar as partes íntimas dela com um telemóvel. No aparelho, a polícia encontrou vídeos de outras vítimas. O indivíduio foi preso num supermercado, no dia 16 de janeiro, noticia o site G1.

De acordo com a Divisão de Investigação Criminal da cidade, através das câmaras de segurança, os funcionários do supermercado viram o homem com uma atitude suspeita ao aproximar-se de algumas mulheres nos corredores. Os seguranças passaram a monitorar o suspeito e a apanharam-no em flagrante a baixar-se com o telemóvel próximo de uma mulher, que filmou debaixo da saia.

As autoridades policiais foram então chamadas a intervir. O suspeito foi preso e levado para a esquadra, onde prestou depoimento, assinou um termo de responsabilidade e foi libertado. No telemóvel, foram encontrados diversos vídeos de mulheres que fazem prova do mesmo ato ofensivo.

De acordo com o comandante da Divisão de Investigação Criminal de Balneário Camboriú, Osnei de Oliveira, o telefone foi enviado para perícia, mas a polícia ainda não sabe quantas mulheres foram vítimas. Apesar dos vídeos no telemóvel, no depoimento, o suspeito negou o delito e garantiu que houve um mal-entendido.