Uma técnica para perder peso que consiste em costurar uma tela de plástico na língua do paciente tem sido praticada por médicos nos Estados Unidos e em vários países da América Latina. A técnica ganhou notoriedade nos últimos dias, quando uma das finalistas do Miss Venezuela 2013, Wi May Nava, afirmou, num programa da BBC, que recorreu ao tratamento para chegar ao corpo ideal para o concurso. Com o material rígido preso à língua, torna-se doloroso movimentá-la, o que faz com que a pessoa só consiga ingerir líquidos.

Embora não existam evidências científicas que comprovem a segurança e a eficácia do tratamento, cirurgiões de países como México, Colômbia, Venezuela, Nicarágua, República Dominicana e Chile, além dos Estados Unidos, anunciam o novo método como uma estratégia rápida e prática para perder peso.

Nos Estados Unidos, um dos estabelecimentos que utiliza o procedimento é a Clínica Chugay, com unidades em Beverly Hills e em Long Beach, na Califórnia. Os cirurgiões Nikolas e Paul Chugay já usaram a técnica em mais de 80 pacientes. Paul Chugay afirma que os resultados obtidos serão divulgados em março num artigo publicado no «The American Journal of Cosmetic Surgery».

De acordo com artigo, a que o site G1 teve acesso, 81 pacientes submeteram-se ao procedimento na clínica entre 2009 e 2013. A técnica consiste numa cirurgia rápida, em que uma tela de plástico utilizada na medicina é presa à língua através de seis pontos isolados. O paciente recebe anestesia local e, caso não tenha sangramento, obtém alta em seguida.

A tela permanece na língua durante 30 dias, nos quais o paciente deve seguir uma dieta líquida.Os pacientes do estudo tinham, em média, 39 anos e um peso médio de 85,5 quilos antes do procedimento. A média de perda de peso foi de 7 quilos após um mês.

O artigo refere que não se registou nenhuma complicação séria durante o período de tratamento. Dois pacientes pediram que a tela fosse removida por apresentarem dificuldades na fala. Outro paciente diz ter sentido dor e desconforto durante mais de dois dias. Alguns mencionaram a situação social embaraçosa que é não poder comer com os amigos e a família durante o tratamento.

O artigo refere também que alguns pacientes voltaram aos hábitos antigos depois da remoção da tela e voltaram a ganhar peso. A conclusão do artigo é que os pacientes que se submetem à técnica «podem alcançar uma perda de peso significativa num período de 30 dias, com riscos relativamente baixos».