Uma família britânica recuperou o gato seis anos depois, inclusive após a realização do funeral do animal.

Há seis anos, a família julgou ter perdido Sid, nome do gato, e no dia seguinte ao desaparecimento, o pai viu um gato semelhante ser atropelado nas redondezas da casa. Julgou ser Sid e até o funeral fez, para desalento da mãe e de Isabella Beddy, a filha que tinha na altura três anos.

A mãe Lindsey conta a ligação que a filha tinha com o gato: "A Isabella adorava o Sid. Colocava-o na cadeira das bonecas. Ficámos devastados porque achámos que Sid tinha sido atropelado."

Agora, a família recuperou o gato, após contacto do Wallington Animal Rescue, associação sem fins lucrativos fundado e financiado por um paramédico, Neil Blackwell, e a esposa Amanda.

Nem conseguimos acreditar. Nós mudámos de casa há três anos e nada na casa tem o mesmo odor, mas sempre nos lembrámos dele. Era tão calmo e feliz", disse a mãe ao jornal inglês Metro.

O reencontro só foi possível porque Sid tinha um chip, que identificou aquela família como dona pelo gato. Como a mãe referiu, a família mudou de casa, mas o pai manteve o mesmo número de telemóvel o que permitiu o contacto.

É tão bom tê-lo de volta e estamos felizes pelo microchip, porque se não fosse isso, nunca mais o veríamos", concluiu a mãe.