Após seis anos a achar que tinha a Doença do Crohn, uma inflamação intestinal crónica, uma mulher britânica descobriu a verdadeira raiz das dores. Uma cirurgia revelou que, afinal, tudo não passava de restos de plástico de um pacote de ketchup no seu estômago.

A mulher, uma britânica, foi sujeita a uma operação, depois de se queixar de dores agudas e inchaço do estômago.

A mulher teria sido diagnosticada há seis anos com a Doença de Crohn, uma inflamação que afeta o aparelho digestivo. Depois de não responder aos tratamentos tradicionais à doença, a mulher de 41 anos seguiu para cirurgia. No procedimento, os médicos encontraram dois pedaços de saquetas de molho da marca Heinz.

O plástico produziu uma inflamação no intestino delgado. Foi assim revelada a causa para as queixas da mulher, durante mais de seis anos, deitando por terra todas as suspeitas em relação a uma suposta Doença de Crohn.

A remoção do plástico acabou, quase instantaneamente, com todos os sintomas da paciente. Os médicos referiram que esta foi a primeira vez que a ingestão de plástico imitou os sintomas de uma inflamação intestinal. A paciente, já recuperada, revelou à British Medical Journal não ter memória de ter “comido” qualquer saqueta de molho.