Tony e Jan Jenkinson, um casal britânico de Whitehaven, deixaram um comentário negativo no TripAdvisor sobre a noite que passaram no Broadway Hotel, na altura de cobrar a conta, foi-lhes debitado do cartão de crédito um extra de cem libras, cerca de 125 euros.

Entre outras críticas, o casal descreveu o quarto como sujo e sem água quente, e apelidou-o de «casebre fedorento». Um comentário que fez aumentar exponencialmente o preço da noite, que passou de 36 libras, 45 euros, a um total de quase €170. 

O hotel afirmou que faz parte da sua política cobrar por «más críticas». As autoridades estão a investigar o caso, e acreditam que o hotel, situado em Blackpool, no norte de Inglaterra, terá quebrado o regulamento inerente.

«Apesar de repetidamente os nossos clientes e casais adorarem o hotel, os seus amigos e família podem não gostar», «por cada crítica negativa deixada em qualquer website, o grupo irá cobrar um máximo de £100 libras por comentário», lê-se no documento da política do hotel.

 


Segundo Tony Jenkinson, reformado e com 63 anos, tudo estava sujo e cheirava mal, sem exceção do chuveiro, em que garante que a mulher não teve coragem para tomar banho.
 
O casal assegurou ainda que o pequeno-almoço não foi melhor. «A comida era incomestível, o bacon estava cru, não consegui terminar», contou.
 
Os Jenkins arrependeram-se bastante da escolha do hotel que os atraiu pelo estacionamento para o carro, mas garantem que quando voltarem a visitar a família em Oxford não voltarão ao local, não só pelas más condições, mas também pela falta de liberdade de expressão a ele associada.