Um restaurante em Harbin, no nordeste da China, foi multado em 500.000 yuan (69.000 euros) após ter cobrado mais de 1.400 euros a um cliente por uma refeição de marisco, durante as férias do Ano Novo Lunar.

Aquele período, entre 8 e 14 de fevereiro, corresponde à época de pico no turismo na China, num fluxo aproveitado por muitos comerciantes para praticar preços exorbitantes.

O caso, relatado pela agência oficial chinesa Xinhua, resultou ainda na revogação da licença do estabelecimento por violação dos direitos do cliente.